No Plano Safra 2021/2022, projetos de armazenagem são os mais procurados por produtores

Quinta, 22 de Julho de 2021 às 17h27min
Ao todo, bancos gaúchos BRDE e Badesul já somam R$1,8 bilhão prospectados para agricultura

Lançado há pouco menos de um mês, o Plano Safra 2021/2022 já tem movimentado bancos e agricultores nos estados do país. No Rio Grande do Sul não tem sido diferente, local onde financiamentos ligados à armazenagem têm se destacado pela alta procura.

Até o momento o Badesul lidera, com mais de R$122 milhões prospectados. Em segundo e terceiro lugares, aparecem propostas para irrigação e Agricultura de Baixo Carbono (ABC), com R$89 milhões e R$71 milhões respectivamente. Ainda, na lista estão financiamentos para máquinas e equipamentos, obras civis, ampliação/expansão, sustentabilidade/energias renováveis e outros.

Contratações

Segundo o Governo do Estado do RS, os dois principais bancos de fomento à agricultura, o BRDE e o Badesul, já somam R$1,8 bilhão prospectados para o Plano Safra 2021/2022.

O BRDE projeta contratações em torno de R$ 1,1 bilhão, sendo cerca de R$ 150 milhões desse volume oriundos de recursos próprios, por meio do Equaliza Sul.

Já o Badesul irá disponibilizar aproximadamente R$ 700 milhões para o Plano Safra 2021/2022. Para isso, ofereceu condições especiais, como a dispensa da taxa de análise para produtores rurais (Pessoa Física e Jurídica), cooperativas agroindustriais e cerealistas.

Fonte: *Fonte: Jornal do Comércio
Fotos