Plano Safra 2021/2022: R$251 bilhões irão beneficiar pequenos, médios e grandes produtores rurais

Sexta, 25 de Junho de 2021 às 09h43min
Nele, Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) terá R$4,12 bilhões, 84%, maior do que na safra 2020/21

Semana de boas notícias par os produtores rurais, isso porque, na última terça-feira, 22, o Governo Federal lançou o Plano Safra 2021/2022, com valor de R$21,22 bilhões em apoio à agropecuária nacional, um aumento de 6,3% com relação ao plano do ano passado. Os juros em torno do Plano Safra podem variar de 3% a 8,5%, conforme a modalidade escolhida.

Armazenagem

Dentro do Plano Safra há o Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), voltado para que os produtores rurais possam financiar a construção de armazéns em suas propriedades e, assim, ter maior poder de armazenagem.

Neste ano, os recursos destinados para essa finalidade ganharam expressiva ampliação, com R$4,12 bilhões disponíveis, um acréscimo de 84%.

Para o financiamento de armazéns com capacidade de até 6 mil toneladas nas propriedades, a taxa de juros é de 5,5% ao ano. Já para maior capacidade, a taxa ficou em 7% ao ano, com carência de três anos e prazo máximo de 12 anos.

O valor disponibilizado é suficiente para aumentar em até 5 milhões de toneladas a capacidade instalada com a construção de cerca de 500 novas plantas.

Moderfrota

O Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota) terá como recurso R$7,53 bilhões, dentro do Plano Safra 221/2022. Também, ficou com a taxa de juros mais elevada, com 8.5% ao ano.

O Moderfrota é direcionado para produtores que querem adquirir tratores e implementos associados; colheitadeiras e suas plataformas de corte, máquinas agrícolas para pulverização e adubação.

Sobre os demais programas 

Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf): R$ 39,3 bilhões (+19%);

Moderfrota: R$7,53 bilhões

Programa ABC: R$ 5,05 bilhões

Agricultura Irrigada (Proirriga):R$1,35 bilhões

Financiamento de Inovações Tecnológicas (Inovagro): R$2,6 bilhões

Pronamp: R$4,88 bilhões

Programa de Seguro Rural:R$ 1 bilhão

Moderagro: R$1,89 bilhões

Prodecoop: R$1,65 bilhões

Procap-Agro Giro: R$1,5 bilhões

Bancos Cooperativos: R$1,78 bilhões

Fonte: *Fontes: G1 / Canal Rural / CNN Brasil / Agência Brasil / Notícias Agrícolas
Fotos